Aparelhos de Jantar em Madeira



Diz a lenda que; desde que o homem começou a se organizar em núcleos familiares já utilizavam ferramentas e utensílios domésticos.



Já foram encontradas pela arqueologia peça de

madeira petrificada datada de mais de 300 milhões de anos. (Martelo de Kingoodie)



Embora existe outra lenda que diz que

o ser humano está no planeta terra ha + ou –

300 Mil anos (Wikipédia)




Foi encontrada também uma espécie de

mesa conservada dentro de um

poço, na lama. Datada em mais de 7 mil anos.



Olá, que bom que você está aqui conosco. Neste artigo traremos a complexa estrutura formadora do Bom e Velho Aparelho de Jantar.

Já encontramos por aí diversos tipos de materiais (cerâmica, porcelana, vidro, plástico, madeira, bambu, metal...) e de diversas quantidades de peças que forma o conjunto de um aparelho de jantar.




Vamos relatar e mostrar como são feitos alguns destes aparelhos de jantar.

Vocês que nos acompanham; no artigo passado falamos da cerâmica.

(segue link; Aparelhos de Jantar em cerâmica).


Em cada artigo traremos em detalhes os tipos de materiais, sua história e processos de produção.

Neste artigo traremos o processo surpreendente da fabricação de utensílios em madeira.

Madeira


O primeiro ato do artesão é escolher sua matéria prima. Uma boa matéria prima pode render um excelente trabalho, há depender das habilidades do artesão.

Cedro, Pinho, Cerejeira, Nogueira, Carvalho, Bétula, Mogno, Abeto, Bordo, Álamo, Teca, Castanho, Plátano, Choupo, Azevinho, Ipê e etc.



A variedade, dureza, tons são imensas, maior que a própria árvore.



Uma dica valiosa da escolha certa para transformar um pedaço de madeira em um utensílio doméstico, vem do escritor Olavo Bilac em seu poema Velhas Árvores, que segue;


“Olha estas velhas árvores, mais belas

Do que as árvores novas, mais amigas;

Tanto mais belas quanto mais antigas,

Vencedoras da idade e das procelas…

O homem, a fera, e o inseto à sombra delas

Vivem, livres de fome e fadigas;

E em seus galhos abrigam-se as cantigas

E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!

Envelheçamos rindo! Envelheçamos

Como as árvores fortes envelhecem;

Na glória da alegria e da bondade,

Agasalhando os pássaros nos ramos,

Dando sombra e consolo aos que padecem!”



As Velhas Árvores nos sedem os melhores objetos.

Não digo com isto vamos derrubar a florestas, amemos a floresta e sua natureza exuberante. Devemos utilizar e fazer um manejo consciente de seus infindáveis e valorosos recursos.

Segue um vídeo mostrando o processo de fabricação de alguns pedaços de madeira em uma linda peça para compor o aparelho de jantar.



Espero que tenham gostado, se ficou alguma dúvida ou se querem dar alguma sugestão, escreva aqui nos comentários.

Até nosso próximo artigo, haaaa e não se esqueçam;

Há um tempo para todas as receitas.



113 visualizações
Maître Humberto Guimarães | Cozinha Inefável

escrito e editado por

Humberto de Oliveira Guimarães

Social Media e Redator Web 

Meître de Formação, Apaixonado pelo Universo da Gastronomia

+ de 15 anos Atuando diretamente e + de 5 anos Atuando On Line

Nas horas vagas é Cheff de Cozinha para Amigos e Parentes 

Tem por Hobby uma Agro Floresta no Quintal

Dedica as Duas Filhas e Esposa seus Melhores Resultados.

botão-linkedin.webp
Logo.png
logo_behance.png